sábado, 21 de março de 2015

Sobre o falar e o sentir




Eu sinto
Eu tento controlar ao máximo o que sinto
Mas sentimento a gente não controla
A gente sente
E o que fazer com isso?
A princípio eu calo
Calo pois a insegurança geralmente me impede de falar
Medir as palavras
Pensar e repensar
Será que e bom?
Será que vale a pena falar?
É tanta coisa...
Mas falar é bom
Falar é um tentar deixar duvidas
Apesar de que o falar deve casar com o agir...
Mas como falar?
Escrever?
Olhar nos olhos?
É preciso colocar pra fora...
Externalizar o sentimento
E eu gosto do olho no olho
Aproveito o quanto eu posso
Mas eu escrevo...
Escrevo e escrevo..
E coloco coisas no papel
Muitas das quais eu nunca mandei...
Das cartas de amor que eu escrevi e nunca mandei...
Guardei a sete chaves
Ou rasguei. o apaguei...
Mas não era amor...
Pois a carta de amor...
Essa, a mais linda, eu mandei...
Mas o sentir se mantém...
Escrever não apaga
Nem apagar o que se escreve elimina o que se sente...
E mais uma vez estou aqui...
Frases soltas
Que tentam aliviar meu coração...








quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Sobre o amor


Opostos se atraem, similares se completam... Bom não é a metade da laranja, bom é encontrar alguém te transborde! Não é andar na frente ou atrás, é andar ao lado e ser companheiro! É saber que quando a gente divide os problemas tudo fica mais leve! Quando se somam as vitórias a recompensa é muito maior! Bom mesmo é a sinceridade, a lealdade! Bom é ver o brilho dos olhos, a admiração e o respeito! Bom é saber que diferenças não são intransponíveis, e quando se conversa é possível encontrar o equilíbrio! Bom é estar em contato com a natureza, sentir o vento, observar a lua ou ver por do sol lado a lado! Bom é o carinho, o toque, o sorriso! Bom, bom mesmo, é ser e fazer feliz!




sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Beagá

Imagine um lugar que você  sonha em conhecer! Um desses lugares pra mim, há uns anos é  Belo Horizonte  (Bel Zonte, BH ou como  escrevi no título,  Beagá).

Eis que surgiu a oportunidade  de ouro! Fui selecionada  para fazer a pós graduação da Fundação  Perseu Abramo, semi presencial com os encontros onde? NA capital mineira!!!

Assim como para Aracajú, o plano não era de ir sozinha, em nenhum momento foi de ir sozinha, mas houveram diversos  contratempos, e cá estava eu, as vésperas  da viagem caçando passagem num valor acessível!!! Em meio a uma crise de medo de estar sozinha numa cidade desconhecida...

Em fim chegou o dia! Lá fui eu, dois dias antes, data da passagem mais barata, aproveitando  para conhecer  um pouco do ligar que a muito desejei conhecer.  Uma crise de ansiedade,  pavor e não sei mais o que quase me fez pedir pra descer antes tô avião decolar,  entre  lágrimas, taquicardia  e falta de ar, o vôo foi super tranquilo.

O albergue que mamãe  encontrou era super bem localizado  e super perto de onde foram as aulas da pós!!!

Logo  que cheguei conheci uma carioca, Gabriela como eu, que ,me levou pra almoçar no mercado municipal, de lá fomos na Pampulha,  depois  ver a decoração Natal da praça da praça da Liberdade! E, depois de tudo isso, ir pra um bar na noite de BH,  que tem um prato de carne de sol, acompanhado de batata frita, bolinho de mandioca e pão  de queijo frito!!!

No Segundo dia Gabi foi embora e fiquei eu... Resolvi que ia conhecer o que pudesse...Praças, ruas, tudo me chamou a atenção nessa cidade que tem mais ladeiras que Salvador! Rodando fui parar no Museu Histórico Abílio Barreto. Um exposição de teatro, outra de restauração, e parte histórica! muito lindo!

Continuei rodando o Centro, encontrei a Igreja de São José, linda!  Depois fui ao parque, o Palácio das Artes estava sem exposição... Encontrei uma exposição com fotos de Sebastião Salgado no museu Inima de Paula; a Basílica de Lourdes! Foi voltar ao hostel tomar banho e sair, fazer o circuito cultural da Praça da Liberdade! Planetário e museus, muitos, que não consegui visitar a metade.. ficou parar próxima viagem! Vale ressaltar que caid e paraquedas num show de Vivi Seixas tocando Raul! Demais!!!!

Sexta de manhã, meu ultimo momento livre! Praça do Papa, Mirante e Praça da Bandeira!

De tarde começou a pós, a folga acabou! Só deu pra ir na Savassi de noite! fora isso não muita coisa rs!

As aulas foram produtivas, agora é estudar em casa! até o próximo encontro em Maio!





























domingo, 7 de dezembro de 2014

Aracaju!

Dia 28 de novembro, 20:30 da noite  lá  estava eu, na rodoviária  de Salvador, pegando o ônibus que me levaria para Aracaju!  Fui para lá  fazer concurso,  quase dois meses planejando e, no final, aquele que iria comigo desistiu e eu fui só.

Mas não existe  fixar só  em Aracaju,  fiquei desestabilizada,  mas não me impediu de encontrar ela, a amiga irmã  que a vida  me deu, que se duvidar,  sabe mais de mim do que eu mesma, Tathi ou Tathá pra mim!

Cheguei quase duas da manhã,  com muito para conversar   e feliz por estar com ela! O sábado foi um dia de passeio,  de conhecer um pouco da cidade,  de almoçarmos, de encontrar o Bruno e a Aline, de rodar a Atalaia e descobrir que lá  tem postos de álcool gel de graça!!!

A noite, véspera da prova, saímos com os amigos de Tathi: Glau, Bruno e Mari,  foi uma noite divertida e agradável,  que acabou cedo pois o dia seguinte se eu muito puxado.

Domingo de manhã  a primeira prova, me faz falta o apoio dele, que pratica  me obrigou a fazer esse concurso, mas lá  fui eu! Com a cara e a coragem! Saindo da primeira  prova,  Tathi me buscou e fomos almoçar!  PARA TUDO!!! Carne de sol coberta com queijo qualho  e pirão  de queijo qualho de babar! Comi que deu preguiça,  mas ainda tinha mais uma prova, 14h pela frente! Mais uma vez juntei a cara e a coragem,  fiz a prova.

Ao sair da segunda prova veio o desespero,  recoloquei a bateria no celular e o Android  atualizou automaticamente... entrei em desespero, sem saber o que fazer.... ao conseguirem fazer o celular voltar a funcionar, o segundo momento de desespero, meu celular foi resetado,  minha agenda foi pro espaço  e eu sem saber o telefone  de tathi... lá pelas tantas  o facebook  me salvou e ela foi me buscar...

Ainda tentei aproveitar o resto do dia, mas foi complicado... mas mesmo assim estar com ela é  muito bom! Porque ela me entende! Das coisas que só os encontros de alma permitem!

Entre mortos e feridos salvaram-se  todos, eu estou louca pra voltar a Aracaju e estar mais com ela e passear direito na cidade!!!

















sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Ser leve de novo...



De repente eu me vi tensionando  a vida
De repente eu percebi que minha leveza gradativamente  estava me deixando
De repente  eu percebi  que a ogrinha que existe  em mim estava querendo mostrar suas garras
Não foi um  unico fator
Um conjunto de coisas me levaram a isso
Umas com peso maior, outras com peso menor
Cansaço...
Muitas  coisas  boas estão  acontecendo que me deixam feliz
Não tenho o porque de tanta tensão
Ok! Sou stressada, mas isso não pode ficar...
Preciso  voltar a ser leve
Preciso repensar e rever a forma com que estou levando as coisas
Exercitar a mente assim  como estou exercitando  o corpo
E como me faz bem!
Faz bem a companhia,  faz bem a necessidade  de superar meus limites,  faz bem estar com os pés  na areia e trocar energia com a natureza
Hoje só posso pedir desculpas
Desculpa por ter perdido um pouco o controle de mim
Desculpas pelos momentos  tensos
Estou tentando tomar as redias  novamente
Tornar a vida leve
Ter leveza é  qualidade de vida
Na tranquilidade  resolvemos melhor os problemas e temos mais serenidade de deixar pra trás os que não tem  solução
Vamos lá!  Reprogramando!

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Sobre linhas e linhas



Sim eu preciso escrever
Sobre as linhas e linhas derramar o que está preso em mim
Profusão de sentimentos, de pensamentos...
Me pergunto se eu posso, se eu devo...
E desta maneira adio e adio....
Mas escrever faz parte de mim..
Sei que em breve eu volto..
Com as linhas tortas
Sentimentos sinceros que transbordam de mim...
Porque bom mesmo é quando a gente transborda!!!

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Sobre estar bem...


Felicidade é o estado de espírito
É a leveza de se olhar o cotidiano com uma nova descoberta diária
É respirar o ser
Encarar desafios sabendo da possibilidade de vence-los
Pés descalços na areia da praia trocando energia com a natureza
Cada dia é um novo dia, uma página em branco esperando pelo lápis ou caneta a se tornar um texto, um desenho, uma obra...
Felicidade é desnudar a alma pelo sentir, é o toque, é o gosto, é sentir o coração do outro bater, é o abraço
É viver a musica, sentir, conhecer, ampliar horizontes... é dançar na ponta dos pés, correr em busca do futuro...
Emanar coisas boas, conseguir assumir os erros e desculpar (trabalhando nisso!!!) e também aprender a perdoar...
Mas, Felicidade acima de tudo, é o brilho no olhar, é o sorriso sincero, é o viver...